anuncio

anuncio

anuncio

anuncio

anuncio

anuncio
MATÉRIAS
Pressão, pênaltis e goleadas definem semi finalistas da Copa América Centenário 2016

20/06/2016 - 17hs00 | Futebol

Copa América

As quartas de final da Copa América Centenário foram marcadas por duas goleadas e 21 gols marcados nos quatro jogos que definiram os semfinalistas da competição. Após 21 anos, os Estados Unidos voltam a ficar entre os quatro melhores da américa, após ter conquistado a classificação vencendo o Equador.

O grande nome desse feito é Dempsey, que marcou um gol e colaborou para outro marcado pelo meio campo Zardes. Porém, não foi tão fácil para os donos da casa passarem pelos equatorianos que fizeram um gol no final da partida e por pouco não complicaram a vida dos americanos. Arroyo, de falta, marcou para o Equador que pressionou até o fim e quase chegou ao empate, mas o placar final acabou mesmo com 2 a 1 para os Estados Unidos.


Por falar em emoção, se faltou gol nos 90 minutos entre Peru e Colômbia, a decisão por pênaltis compensou. Após empatarem em 0 x 0, a disputa por pênaltis terminou em 4 a 2 para a Colômbia. James Rodríguez, Cuadrado, Marlos Moreno e Sebastián Pérez marcaram para a Colômbia. Ruidíaz e Tapia acertaram para o Peru, no entanto Trauco e Cueva (que vai jogar no São Paulo) erraram as duas últimas cobranças peruanas. Guerrero não chegou a bater, pois ja não havia mais necessidade. Assim que a cobrança de Cueva passou por cima do gol, a Colômbia se classificou para a semifinal


Duas goleadas


A Argentina, embalada por Messi, despachou a Venezuela pelo placar de 4 a 1. O craque do Barcelona, eleito melhor do mundo de 2015, marcou apenas uma vez, mas o gol significou além da contribuição na vitória argentina, a quebra de um recorde. Messi igualou Batistuta como maior artilheiro da seleção argentina, alcançando a marca de 54 gols. Se não fez mais no jogo, ajudou Higuain em um dos dois gols que o atacante marcou e também serviu Lamera que fechou a conta, depois do gol de Rondón para a Venezuela, classificando a os hermanos.


Desde 2014, o número 7 tem se tornado místico no futebol. Mas dessa vez, o Brasil não estava envolvido num placar de sete gols. Foi o Chile que não tomou conhecimento do México, goleando a equipe por 7 a 0. Vargas, conhecido da torcida do Grêmio, anotou quatro vezes para os chilenos. Edson Puch marcou dois e Alexis Sanchez um. O time cada vez mais se destaca entre os sul-americanos e após o "atropelamento" que impôs ao México, segue em busca do bi-campeonato, ja que é o atual campeão da competição.


Copa América Centenário - Semi Finais



21/06 - Estados Unidos x Argentina - 22hs00
22/06 - Colômbia x Chile - 21hs00

Giro do Esporte - 2016        Home | Matérias | Campinas | Agenda | Brasileirão | Resultados | Memória | Contato        Proprietária: Érica Tito / Web Designer: Rafael da Silva Polato