anuncio

anuncio

anuncio

anuncio

anuncio

anuncio
MATÉRIAS
França vence a Alemanha na semifinal da Eurocopa e decide título contra Portugal

08/07/2016 - 06hs30 | Futebol

#

Ironicamente, na véspera do aniversário de 2 anos da história goleada de 7 a 1 Alemanha sobre o Brasil na Copa 2014, o algoz da nossa seleção saiu de campo derrotada. Jogando contra outro carrasco do Brasil em Copas, os alemães sucumbiram diante da França não por um vertiginoso placar, mas sim, por seus próprios (e bobos) erros e diante do talento de Griezmann, que colocou o time da casa na decisão da Eurocopa 2016.

Aos 6 minutos do primeiro tempo, a França chegou com perigo, mas Neuer se esticou e fez uma boa defesa no chute Matuidi. Por mais seis minutos a França estave melhor no jogo e embora não tenha mais ameaçado, também não havia visto a Alemanha oferer perigo. Mas a partir dos 12 minutos os alemães mostraram sua identidade, quando Muller entrou de carrinho na bola e assustou a França. Era o início da pressão que continuou com Can, aos 14, exigindo grande defesa do goleiro Lloris. Aos 20, Pogba derrubou Muller na área, mas o árbitro não deu penalti pros alemães. Aos 26, Schweinsteiger chutou de fora da área e Lloris espalmou. Aos 32, Umiti salvou um chute de Muller na pequena área. A França só voltaria ao campo de defesa da Alemanha aos 41 quando finalizou com Griezmann, na rede pelo lado de fora.

Com tamanha superioridade, era difícil imaginar que a Alemanha iria pro intervalo atrás no placar. Seria até injusto! Mas o futebol tem suas surpresas e num escanteio, Schweinsteiger acabou colocando a mão na bola, ja aos 45 minutos da etapa incial. Griezmann converteu fez um 1 a 0 para a França. Um placar que nem de longe justificou o que havia sido apresentado até então.

No segundo tempo a França começou mais ofensiva e equilibrou o jogo em relação ao primeiro tempo. A defesa esteva mais atenta e deixou a Alemanha com mais dificuldade para atacar. Aos 12 minutos, sempre cheio de caras e bocas, o técnico Joachim Löw mostrou-se preocupado. Aos 14, ficou mais difícil: o zagueiro Boateng sentiu a perna e saiu. Metade do segundo tempo e nada a Alemanha chutar a gol. Dominando a partida, faltava dar o bote. E ele veio com Griezmann, aos 27 minutos. Após belo drible, Pogba cruzou e Nueur deu um tapa na bola, que acabou nos pés do artilheiro frances que empurrou para dentro do gol.

Mas a seleção campeã do mundo respondeu rápido e passou a atacar. Um minuto depois Kimmich mandou na trave. Aos 30, Draxler assustou de falta. A Alemanha pressionava sem se abater com o segundo gol tomado. Aos 33, foram duas chances - uma de falta, uma de escanteio. Aos 36, a cabeçada de Höwedes foi pro cima da trave. Nos acréscimos, uma última chance com Kimmich. Mas Lloris defendeu de forma espetacular. Depois disso, não havia mais tempo: o jogo terminou em 2 a 0 para a França.

Por mais que tenha sido melhor no primeiro tempo, por mais que pressionou depois do segundo gol, a Alemanha acabou provando da artimanha do jogo decidido nos detalhes - e dos erros bobos que custam caro a uma equipe de futebol: uma boba mão na bola e a falha fatal de um dos maiores goleiros do mundo. A França, com dois de Griezmann no jogo e seis dele na Eurocopa, chegou na decisão. Em casa, para delírio dos franceses.

A França enfrenta Portugal no domingo, dia 10 de Julho, a partir das 16hs (horário de Brasília). A decisão será no Stade de France, o mesmo em que a seleção foi campeã sobre o Brasil na Copa de 1998, agora diante de Cristiano Ronaldo que busca levar a seleção lusitana a fazer história. Não poderia haver final mais interessante para a Eurocopa.

Giro do Esporte - 2016        Home | Matérias | Campinas | Agenda | Brasileirão | Resultados | Memória | Contato        Proprietária: Érica Tito / Web Designer: Rafael da Silva Polato